2
Jan

Energia solar: vantagens e desvantagens desta energia ecológica

A energia solar é, sem dúvida, uma grande esperança para o futuro sustentável, pois aproveita-se a energia do sol, transformando-a num recurso reutilizável e sem poluição, ao mesmo tempo em que se poupam outros recursos valiosos. Com muitas vantagens e algumas desvantagens, a energia solar é, acima de tudo, sustentável, ou seja, não prejudica o planeta – pelo contrário, só beneficia.

O que é a energia solar?

A energia solar é basicamente o aproveitamento da luz do sol emitida diariamente para ser utilizada nos mais diversos atos do dia-a-dia. A energia solar pode ser captada e, posteriormente, utilizada para aquecer água ou gerar eletricidade – recursos que usamos abundantemente todos os dias em casa, na escola, no trabalho e em lazer.
Um recurso 100% gratuito, a energia solar é captada por células fotovoltaicas, painéis solares e outros equipamentos próprios para o efeito, que depois geram energia elétrica e mecânica. Consequentemente, essa energia solar pode ser utilizada para aquecer e tratar água; para aquecer, refrescar e ventilar espaços, e até para cozinhar. Tudo isto sem recorrer aos métodos convencionais, ou seja, é um caso para dizer que energia solar é energia ecológica!

Vantagens da energia solar:

Extremamente ecológica, a energia solar tem inúmeras vantagens no que toca à poupança de recursos ambientais e dinheiro, tornando-se cada vez mais tendência em pequena e grande escala. Veja por que:

• A energia solar é renovável, ou seja, nunca acaba, pois está em constante regeneração;
• A energia solar é gratuita;
• A energia solar é limpa, ou seja, não emite qualquer tipo de poluição ou gases de efeito estufa;
• Os equipamentos que tratam da captação de energia solar são silenciosos, não interferindo com a sua rotina;
• Os painéis solares são normalmente instalados nos telhados das casas/prédios, o que significa que não ocupam espaço que seria necessário para outros fins;
• A captação de energia solar é perfeitamente adaptável às necessidades de quem as utiliza, ou seja, se necessitar de mais energia pode simplesmente adicionar mais painéis ao sistema solar existente;
• Resistentes e friáveis, os sistemas de captação de energia solar não requerem grandes intervenções em termos de manutenção e têm uma vida de longa duração;
• Embora os equipamentos solares exijam um investimento inicial mais avultado, esse investimento é rapidamente recuperado, graças ao dinheiro poupado nas contas da eletricidade.

Desvantagens da energia solar:

É claro que há também desvantagens e, embora as vantagens sejam nitidamente maiores e melhores, é importante considerar tudo.

• Diferente de outras fontes de energia que não há investimento inicial, os equipamentos para captação de energia solar devem ser comprados, o que exige do interessado, um investimento que pode ser bastante avultado;
• Se não houver sol, não haverá energia solar. Isto significa que se vive num país com horas de sol limitadas ao longo do ano, pode não ser uma opção viável. Quando não há alta incidência de sol para ser captado, faz-se necessário o uso de energia convencional;
• A poluição é um dos fatores que podem maximizar ou minimizar a captação de energia solar;
• Os ambientalistas apontam para o fato de os sistemas solares, principalmente aqueles de grandes dimensões, poderem interferir negativamente com a natureza envolvente, os habitats naturais das espécies, os processos de biodiversidade e o funcionamento dos ecossistemas.

Assim, quaisquer possibilidades de agredir menos o meio ambiente devem ser consideradas. Vale a pena pesquisar e ponderar todos os prós e contras desta alternativa. Mas uma coisa é certa: pensando pelo lado ecológico, a energia solar é uma opção em potencial.